• R. Joaquim Agostinho 19, 8135-134 Almancil (Faro)
    T: 289395565

  • R. Joaquim Agostinho 19, 8135-134 Almancil (Faro)
    T: 289395565

CONHEÇA O SEU CARRO

AMORTECEDORES

A principal função do amortecedor é assegurar o correcto e contínuo contacto do pneu com o pavimento.

Os amortecedores, em conjunto com os pneus e os travões, são os elementos de segurança do automóvel que estão submetidos a um maior desgaste.

O amortecedor complementa o trabalho da suspensão, evitando as oscilações laterais e verticais do veículo. O seu funcionamento é simples. Consiste num pistão que desliza pelo interior de um cilindro cheio de óleo ou gás. Orifícios permitem a passagem do conteúdo entre as duas cavidades que o pistão cria ao deslizar.

Com o uso e as...


VELAS

A vela é o elemento responsável por efectuar a combustão da gasolina no interior do cilindro. Para tal, deve provocar uma faísca entre os seus eléctrodos. Com um motor a rodar a 4000 rpm, o número de faíscas que saltam em cada uma das velas é de 2000 por minuto (33 por segundo). Isto, em conjunto com as altas temperaturas, elevadas pressões, vibrações, etc., dá uma ideia das condições extremas de funcionamento às quais se encontram submetidas.

Uma das características fundamentais que a vela deve cumprir é a libertação do calor. Pela localização em que se encontra...


CORREIAS

Correias da distribuição

A correia da distribuição é o elemento responsável por transmitir o movimento a partir da cambota até à árvore de cames. Além disso, costuma accionar outros elementos do motor tais como a bomba de água ou a bomba de injecção (nos motores a diesel).

Com a passagem do tempo e como consequência das duras condições de trabalho às quais é submetida, a correia degrada-se e torna-se necessária a sua substituição. O fabricante estabelece intervalos da substituição tanto em tempo como em quilometragem. É imperativo respeitar estes intervalos de...


FILTROS

Filtro de óleo

É um órgão de vital importância no funcionamento do motor, pois é aquele que o mantém perfeitamente filtrado de elementos abrasivos, tais com o pó em suspensão no ar ou partículas metálicas provenientes do desgaste de peças móveis.

Também elimina os produtos resultantes da combustão que conseguem passar para o cárter, além das substâncias que se produzem durante a própria degeneração do óleo. Visto que o custo é mínimo e os danos que pode provocar no motor um filtro sujo são muito elevados, é conveniente mudar o filtro sempre que se substitui o óleo...


BATERIA

A bateria é um acumulador de energia cuja função principal é colocar em funcionamento o motor do veículo. A acumulação de energia é realizada através de um processo químico entre duas placas de chumbo e um líquido chamado electrólito, formado por água e ácido sulfúrico.

Em baterias com manutenção é importante verificar o nível do electrólito em cada um dos seis blocos, que deve estar um centímetro acima da parte mais alta das placas. Caso contrário, será necessário acrescentar água destilada até atingir o nível correcto. É muito importante não utilizar água da...


LÍQUIDO DE TRAVÕES, EMBRAIAGEM E ANTICONGELANTE

Líquido dos travões

O líquido dos travões é um fluido hidráulico composto à base de alcoóis ou glicerinas.

Este líquido tem uma alta temperatura de ebulição, o que o torna num liquido hidráulico adequado para este circuito dadas as altas temperaturas que se atingem no circuito, especialmente em redor das proximidades dos cilindros do travão.

Quando manuseamos este líquido devemos ter cuidado para não lhe tocar e evitar derrames, visto que provoca efeito decapante na pintura da carroçaria.

O nível no depósito do líquido dos travões deve estar compreendido entre o mínimo e o...


LUBRIFICANTE MOTOR

As principais funções do lubrificante são a redução da fricção para diminuir o consumo e melhorar o rendimento do motor, a protecção das peças mecânicas contra o desgaste e a corrosão, manter limpo o conjunto de peças do motor arrastando as impurezas que, finalmente, são eliminadas com a substituição do lubrificante, e contribuir para a libertação do calor gerado no motor.

Nem só a quilometragem deteriora o lubrificante do motor. O atrito interno das peças do motor gera, por desprendimento, resíduos metálicos abrasivos. Estes acabam por se misturar com o óleo...


PNEUS

Os pneus são o único ponto de contacto com a estrada. Afectam a direcção assistida, os travões e a aderência do seu veículo.

A profundidade mínima do desenho dos pneus deve ser, pelo menos, de dois milímetros. Além do mais, não deverão apresentar uma deterioração irregular, o que indicaria um defeito na suspensão.

O estado das jantes também tem importância.

Verifique se não têm muitos sinais ou riscos e mova-os da esquerda para a direita e vice-versa. Se, durante este teste ouvir um estalido ou som estranho, pode haver graves problemas nos eixos.

É muito importante...


SISTEMA DE ESCAPE

O sistema de escape tem de realizar várias funções:

Conduzir, com segurança, os gases de escape do motor para a parte traseira do veículo

Reduzir o nível sonoro do motor

Manter o rendimento do motor

Reduzir ou eliminar certas emissões do motor

É extremamente difícil determinar a vida de um sistema de escape. Existem muitos factores envolvidos, incluindo o clima, o tipo de condução e se o sistema é simples ou duplo. No entanto, como prática geral, a esperança de vida de um sistema de escape do mercado de acessórios de alta qualidade deveria estar próxima dos dois ou três anos,...